terça-feira, 11 de agosto de 2009

Honre a Deus e Ele te Honrará


Já a muito tenho ouvido a história de Daniel, quem não conhece os primeiros capítulos deste livro bíblico? Se nunca os leu pelo menos já ouviu falar de suas histórias. Eu conhecia de ouvir falar e então esta semana resolvi lê-lo e descobrir coisas magníficas. Hoje quero falar do primeiro e segundo capítulo e como podemos tirar liçõe valiosíssimas para nossas vidas.

Bem, sabemos que a Babilônia saqueou Jerusalém e levou cativo todo o seu povo, e isto aconteceu por um motivo simples. Deus queria ser o único Deus de Israel e o povo Hebreu não deu a mínima importancia. Jeremias e Ezequiel que são conteporâneos cansou de avisar para o Rei de Israel para ele não contender contra o rei de Babilônia pois senão Jerusalém seria tomada, porém mais uma vez a ordem de Deus não foi ouvida e o pior aconteceu.

Quando levaram o povo de Israel cativo o rei de Babiônia mandou que separassem dentre os hebreu jovens que se destacassem pela formosura, perfeição, inteligência e saúde. Percebemos que esses jovens foram Daniel, Misael, Ananias e Azarias. Que quando chegaram a Babilônia receberam outros nomes. Daniel foi chamando de Beltsazar, Misael de Mesaque, Hananias de Sadraque e Azarias de Abede-Nego. Eles por sua vez não seriam escravos mas sim estudantes a fim de se tornarem sábios conforme a cultura dos Babilônicos.

Quando chegaram ao palácio o Rei mandou que os alimentassem com todos os tipos de "goloseimas " babilônicas. esses jovens, apesar de serem levados para fora de seu país, e estivesse ali afim de aprender outros costumes, não se esqueceram do compromisso que tinham com o Deus do céu. Resolveram não comer carnes, mas só legumes porque?

A legislacão judaica proibe os hebreus a comerem carne de animais "imundos". Assim a única maneira que os meninos poderiam estar seguros era não comer nenhum tipo de carne oferecida no banquete e, além disso as carnes ingeridas pelos babilônicos eram oferecidas a deuses estranhos. Nesse caso, a decisão de não comer carne também pode refletir a fejeiçaõ dos jovens a idolatria.

Mas vamos pensar sério nisso tudo. Ninguém ficaria prejudicado se Daniel e seus colegas tivesse dicidido "se ajustarem" aos padrões da escola real. Porque então, criar problema com algo moralmente neutro como a dieta? Na verdade os pagãos não iriam condenar os quatro jovens por estar comento a comida do rei, afinal eles estavam exilados mesmo. Além disso, não serviriam melhor a Deus se prosseguissem os estudos e conquistassem cargos elevados no governo? Se eles não obedecessem ao rei agora, poderiam perder esta oportunidade única. É muito provavel que pensamentos como estes estivesse passando pela cabeça de Daniel naquele momentos, mas o rapaz tomou a decisão correta e sábia de o seu compromisso com Deus ser prioritário. Não existe recionalização que justifique a desobediencia. Esse é o primeiro fator que o cristão deve levar em conta para poder viver de maneira correta no meio secular.

Muitos cristãos procuram se parecer o maximo que conseguem com o mundo afim de galgar patentes altas, de serem influentes na sua comunidade ou no meio em que vive e esquece que é Deus quem nos exalta. Daniel e seus companheiros nao precisaram deixar seu compromisso para ser exaltado pelo Senhor.

No capítulo 02 vemos que o Rei tivera um sonho, e nenhum de seus sábios e magos não conseguiram descobrir qual foi o sonho e assim também não conseguiram interpretar-lo. O rei furioso mandou matar todos os sábios. Daniel então quando soube da ordenança do Rei de matar a todos os estudiosos ficou sem entender e pergunta a um eunuco o que estava acontecendo, e este contou-lhe o ocorrido, então Daniel pediu para o eunuco pedir ao rei mais um dia q então ele o diria o sonho e sua interpretação.

O fato de Daniel e seus companheiros não terem cido chamados pelo rei para a reunião sugere que, porquanto estivessem estudando o significado cultural desse assunto, eles não se envolveram diretamente em práticas proibídas pelo Antigo Testamento.

Daniel então convida a Hananias, Azarias e Misael para orarem e Deus então revelou a Daneil o sonho e seu significado e eles foram livres da morte e ainda conquistou o cargo de Governador e os outros tres jovens de líder de três províncias. E Daniel foi tido como o líder dos sábios da Babilônia e o se Deus o mais poderoso dos deuses. Daniel teve condições de enfrentar as crises com calma, por que conhecia muito bem a Deus.

Disso tudo tiramos a seguinte lição: "Honre a Deus colocando-o em primeiro lugar, que a promoção seguramente se seguirá, ser esta for a Sua vontade para com a sua vida." (Guia do Leitor da Bíblia, Lawrence O. Richards, Rio de Janeiro, 2005).

Nenhum comentário:

Postar um comentário